14 de maio de 2015

Por mais que colorir

É fato que as empresas de lápis de cor, hidrocores e afins vão ter um ano financeiro azul com a modinha dos livros de colorir e que é uma chance de lançarem novos produtos, voltados para um novo público além das crianças arteiras e escolas. Que sejam comerciais do tipo para coisas legais e que promovam práticas além dos digitais. 
E que nesse se permitir e envolver com o colorir, caiba material de papelaria, tal e coisa, coisa e tal, e que cada um na sua, saia do lugar comum, fazendo mais que pintar. Se envolver e envolver as crianças nas tradições e datas festivas é tudo de bom e sempre é uma aventura e uma oportunidade de passar a nossa cultura adiante, vivenciar sem ir a grandes feiras, eventos, de viver um delicioso momento de recordações, registros, de histórias, gostosuras (para quem é das culinarices) e um canal para produções que treinam as habilidades manuais, despertam dons, treinam a observação de detalhes, fazem sair do automático, dos eletrônicos, relaxam, transformam o olhar, os sentidos, o ser e estar. Mágico assim!
Senta ai e faz uma arte junina para colocar na porta que nem no Natal, para relaxar e dar para uma amiga, um vizinho, para enfeitar o ambiente de trabalho, o prédio, a rua, a praça. Para fazer arte com uma sobrinha, neto, amiga, por um momento ou vários de interação e diversão.
Bandeirolas feitas de recorte do jornal do mercado se a grana estiver curta já tá valendo, correntinha de recortes de jornal, desenho de milho com colagem das folhas do próprio milho ou de papel verde ou estampado, com o sabugo feito de papel crepon enroladinho em bolinhas, uma Senhora laranja com feita de hidrocor, olhos de botões e tranças de lã. Solta a criatividade! Lembra das atividades dos tempos de escola e faz arte. Pinta mais que colorir papel, pinta o sete. Faz palavras cruzadas, escreve cartas, desenha e manda para sua amiga que tá na vibe do colorê. Ficam as dicas!

12 comentários:

  1. Excelentes! Fiquei com uma coceira na ponta dos dedos! Vontade de colorir.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Vim retribuir a visita e agradecer as palavras gentis. E vou mesmo regressar e voltar ao que eu era, meio metida, meio calada, meio bagunçona.
    Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou acompanhar
      Calada e tagarela
      Adorei

      Excluir
  3. Tantas possibilidades essa moda do colorir pode trazer.
    Só não pode falar para certas pessoas em bordar - nisto me incluo!
    De resto, vamos inventar e melecas as mãos com cola, guache, gliter, purpurina, lembra?!
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro sim
      Tb chamo de areia prateada
      Ainda tem por aqui
      Quer?

      Excluir
  4. Eu ameiii as dicas <3 Estou nessa vibe, mas mal tenho tido tempo de colorir meu livro...
    E São João está chegando... como tem passado rapidinho este ano né? Ai minha nossa...

    Vc me deixou com saudade dos tempos da escola ;)

    Adoro tu <3

    ResponderExcluir
  5. Ainda compro um livro desses de pintar...
    Tempo eu não sei onde vou arrumar, mas deve ser uma delicia!
    Tina querida, saudade! Estou voltando devagar...
    Deixo eu beijo, colorido de gliter...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arruma
      Te vira
      Rararara
      Volte mesmo
      Beijos dourados soprados em purpurinha da sua sempre amiga Tina
      Com rima e carinho

      Excluir
    2. Obrigada sua linda! Nada como ser recebida com rimas purpurinas e sorrisos. Beijos

      Excluir
  6. Adoro!! Quando era criança tinha uns livros para colorir, que traziam uma tinta à base de água, e a gente colocava os pincéis na água e passávamos no desenho , daí surgiam coloridos e era muito bom a expectativa de descobrir as cores. Agora ando doida pra ter um desses livros de colorir atuais, para voltar a ser criança.É tao bom tudo isso!!!
    bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom mesmo!
      Adorei relembrar com vc dos livrinhos com aquarela.

      Excluir