1 de junho de 2015

Além do sabor

Iluminura de Gustavo Aimar
Para Toinho saudar
E também rimar
Porque junho é mês de romance
De ralar a fivela
De meninas nas janelas
De canjica na panela
E comida além de reza pega príncipes de jeito
É ou não é?
Resolvi começar o mês festivo e a semana pensando juntos, sobre o valor e o prazer de cozinhar, de alguém de casa fazer aquele quitute que adoramos, aquele pirão no capricho, mingau sem empelotar e de aroma que chama tipo de desenho animado. Alimentos com carinho, receitas caseiras, louça e talheres que tem história para contar, os velhos queimados nas beiras das panelas, os de sempre da casa de mãe e vó, os novinhos para receber as visitas Vale pensar e dar aquela suspirada também para a poesia e outros sentimentos e sentidos de comer acarajé na baiana, tomar água de coco na praia,em casa né igual não. Comer uma macarronada numa bodega italiana, comidinhas típicas juninas, em barraca de quermesse, festinhas para os santos que tem por aqui em todo canto, na casa daquela senhora quituteira que é aparentada no talento e simpatia com Tia Anastácia do sítio do Pica Pau Amarelo.
Almoço na mesa, lanche na cama, que sempre suja o lençol, pousar o pão em cima do sofá rapidinho pra mudar o canal, lamber a colher de pau e a panela da canjica, coisas miúdas, cotidianas, que fazem a vida mais saborosa, sabores que além do sabor tem memórias, tem nós, os outros, as tradições familiares, as locais, comidas tem trilha sonora, canções que temperam, valendo sempre agradecer ter o que comer.
Fica aqui minha saudação aos alimentos nossos de cada dia, da infância, do caderno de receitas,  da lista de desejos e aos Santos do mês, as festas populares, ao meu amado nordeste, a tudo que é feito com milho, tapioca, carimã, aipim, a quem é das sensibilidades, do ver além e é também cabra da peste. Coragem e doçura pessoá, que rapadura é doce, mas não é mole não. Caminha, reza e ama.

8 comentários:

  1. Bela saudação para junho! E não é que príncipe gosta de sentir borboletas no estômago com os quitutes da bela moça? E quando temos então um moço quituteiro, põe a mão na massa, no milho, no pirão e surpreende com talento e gostosuras?!
    Nunca falte em nossas mesas, nos lares, nos sem lares o alimento de cada dia.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Amei seu texto!
    Adoro o inverno, pois nos meses frios estão as comidas que mais gosto: chocolate, queijos, vinhos, caldos. Adoro o aconchego do frio.

    ResponderExcluir
  3. Adorei,Tina! Iniciar JUNHO assim faz bem e deixa tudo mais delicioso! Há tanto pra fazer, comer, se deliciar, sujar, lambuzar... Pior é ter que tudo depois limpar,rs bjs, tuuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  4. É poesia no tacho! Adorei, muito bom!
    beijogrande

    ResponderExcluir
  5. Adoro esse mês muita comida gostosa, muitas festas, amor e alegria.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  6. Lindo post querida, adoro o mês de junho, tantas festas, tantos Santos... Obrigada pela visita no meu blog, suas palavras me emocionaram muito!!! Beijo grande!

    ResponderExcluir
  7. Oi Tina, este mês nos traz muitas lembranças culinárias da infância...
    adorei seu texto, poético e dinâmico ao mesmo tempo.
    Hoje mesmo já cozinhei milho e pinhão e fiz uma canjica. Aqui está um frio danado e essas comidinhas vão muito bem.
    Ótima semana
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Junho!! Só não sou fã do frio. Não me dou muito bem no sentido físico. Mas amo os festejos e as comidas típicas. . Adoro curau de milho. canjica. bolo de fubá. Além de tudo é um tempo inspirador, bjs. Excelente texto.

    ResponderExcluir