26 de junho de 2015

Tipo...

Tenho sintomas, diagnósticos e sensações que não tendo nome, eu invento, além das invenções amigas e populares das quais me aproprio. Na adolescência eu e meu marido, então namorado, inventamos a Nhanhança, momento porre, #chatiados, dengo. Estar nhanhante era e é isso. Cheguei no ápice da criatividade a fazer uma caixa de remédio, que tinha na bula, para cura: carinho, atenção, paciência, tolerância.
E porque não dar nome as sensações? Tipo o clássico estar feliz que nem pinto no lixo, ou pra variar, que nem pipa no céu, que nem chuva em poça d´água. Saudade tipo tamarindo, tipo soldado grande, estar lilás, beje, sentindo fome tipo monstra, precisando de um sono de princesa. Fica a dica, a liberação para licença poética, criativa, clínica e meu desejo que hoje seja uma sexta-feira tipo exportação. Beijo no ombro então e abraço tipo laço.

8 comentários:

  1. Então prá tudo isso tem solução: tome um banho cheiroso! Ao som da música de Rita Ribeiro.
    Pra acabar com essa mofina
    e o corpo ficar jeitoso
    tome um banho cheiroso meu bem
    Banho cheiroso é feito de
    tipy, pau de angola e puxuri
    leva trevo de mulata
    e também patchouli
    jardineira, pataqueira,
    e também manjericão
    amoníaco e açafrão
    Tome um banho cheiroso meu bem!

    Beijo sem ficar nhanhante na sexta!

    ResponderExcluir
  2. Que legal e gosto desse inventar palavras pro casal...Eu já falei muitas vezes que entre nós dois aqui em casa, nunca gostei de frases prontas, como eu te amor e babaquices meladas mais... Gosto de coisas nossas e nós as temos.Mas fica entre nós,rs


    Adorei te ler! Ótimo fds! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. Cata Tina, eu amei! Muito legal a sacada de termos nomenclatura a nossos queixumes.
    Beijos mais

    ResponderExcluir
  4. Temos que liberar nossa criatividade sempre.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Adoreiiiiii querida Tina!
    Super doce, vou copiar, um abraço e bom final de semana, tipo um desabrochar da rosa.

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto também d einvetar nome para as coisas e sentimentos. alice os troca mesmo já os conhecendo pq acha mais legal exemplo vou comprar ali uma popoca, ao invés de pipoca, ela diz que popoca parecemais parecido com o alimento kkkk. tem novidades no blog

    ResponderExcluir
  7. Oi, Tina!
    Bacana essa cumplicidade com seu marido em criar nomes/definições para sentires. Hoje, sexta-feira, meus planos são de descanso para o final de semana e por isso pego da sua caixa de remédios o "sono de princesa".
    Acho que sou muito trivial com o que sinto (rs*)
    Bom fim de semana!
    Beijus,

    ResponderExcluir