27 de julho de 2015

Leitura e liberdade

Começar a semana lendo as notícias locais e do mundo, vendo na TV e na Internet, tão comum e infelizmente, muitas noticias ruins também é comum, valendo sempre se cercar e regar os olhos e o coração com as boas, ler, ouvir, falar de coisas boas, positivas, transformadoras. 
Eis que vi por ai uma notícia que resolvi compartilhar, pelo meu gostar. Tema denso e detalhe fluido, dessas ideias que parecem simples, mas são inusitadas e mudam o mundo. A notícia é sobre um projeto que reduz a pena de detentos leitores. A proposta é de serem reduzidos quatro dias da pena para cada livro lido, podendo se chegar ao máximo de 48 dias de redução por ano.
Poeticamente super a ver com a ideia de asas dos livros abertos, da liberdade de imaginar e sonhar que as leituras informativas ou lúdicas proporcionam e promovem. Do ponto de vista didático, educacional, psicológico e social é uma ferramenta educacional, transformadora, uma veículo que pode ser utilizado após a pena.
Vi por ai também outro dia, um outro projeto modelo, em algum país além fronteiras verdes e amarelas, que visava a humanização das pessoas presas, uma tentaticva de cura, de descoberta do amor e do cuidado, através do contato e convívio delas com cachorros de rua. Os vira latas não consultei e nem era mencionado na matéria, creio que apoiam a iniciativa, afinal, troca de carinho e atenção, assim como o conhecimento e a magia da leitura são ferramentas de transformações e libertação. #etenhodito

9 comentários:

  1. Bem diferente né Tina?
    bjokas =)

    ResponderExcluir
  2. Oi, Tina,

    Muito interessante isso! Tive um amigo que depois se tornou juiz. Ele ficou conhecido por impor penas de leituras aos jovens infratores, em vez de outros castigos, Daí se vê que ele acreditava mesmo no poder transformador de certos livros, rsrs.

    Beijo e boa semana

    ResponderExcluir
  3. Livros fazem bem e tomara possam ajudar! A esperança deve existir! bjs e sonhando com a 5 feira,rs chica

    ResponderExcluir
  4. Oi Tina,
    Uau, proposta diferente. Alguma coisa tem que mudar. Pra melhor sempre.
    Uma semana de luz pra você.

    ResponderExcluir
  5. Esses projetos na minha opinião, somente podem ser feitos para presos q sob o ponto de vista psicológico aqueles q se arrependeram; mas acho certos tipos de crime como os Hediondos podem tb ser realizados mas sem redução de PENA!

    ResponderExcluir
  6. Ler bons livros ,só faz bem, tomara desse certo esta proposta.Eu acho que deveria ser implantado este projeto sem redução de pena.Redução só para presos que não tivessem crime Hediondo.Bj

    ResponderExcluir
  7. muito bom ! realmente leitura e liberdade , infelizmente vivemos em um mundo com muitas coisas ruins , mas quando lemos libertamos para viver o que quisermos!

    ResponderExcluir
  8. Acredito que os livros ensinam e podem acrescentar muito em nossa evolução! Uma nova proposta e uma nova esperança!
    Beijos Tina Flor!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir