1 de agosto de 2015


Ai, na programação, tem Blogagem coletiva marcada para hoje, primeiro dia do mês de agosto, tema: Receita, a gosto, com ou sem frescuras. E por sintonia, recebo esses dias o pedido por parte da Editora Grafset, de cessão de um de meus textos publicados aqui, que segue abaixo, servido como receita de entrada, para fazer parte de um livro didático da Rede pública de ensino, de João Pessoa, a circular entre as mãos dos alunos do Ensino médio no ano que vem. A pessoa aqui, é claro que adorou, de se lambuzar.
Receita de bem-viver

Ingredientes:
Muita Calma
Um pouco de coragem
Uma pitada de fé, de qualquer marca
3 momentos de alimentação (sadia de preferência)
1 momento de descanso
1/2  falar e 1/2 ouvir
100 gramas de grama, céu, rio, mar ou um passarinho avistado ao longe
Sorrisos e gargalhadas a gosto
Afeto com gosto

Modo de fazer:
Calma na hora de levantar, pensar, falar, agir
Sempre mesclando com coragem e fé, para render
Se alimentar é o recheio, porque saco vazio não fica em pé
Descansar como massa de pão é indispensável
Falar e ouvir sem exagerar para não desandar
Contatos com a natureza são a glace
Sorrisos e gargalhadas dão cor e vida
E afeto dá a liga

Como prato principal, vou servir a banana da terra com açúcar demerara e canela, a da foto que ilustra o post, preparada e servida com carinho na Pousada Jasmins do Poetas, lá em Imbassai, preparada com esmero por seu Carlito, dono do Local e Dona Rosa, flor de pessoa. adorei, comi de me fartar e nas bordas, acompanhei o cortar de um das minhas porto alegrenses e alegres companhias, das fatias da banana em uniformes quadradinho minis, talvez para render, talvez para descer arrumado, vai saber (risos), sei que rimos e rendeu o tal picotar da banana, observado com graça pelo vô Kiko que é uma pedrinha a mais na minha cartela vai ser bingo ir na Itália, pois se metade das pessoas lá forem fofas como ele, além do sotaque e meu desejo particular tipo lindo deve ser tudo lá, os lugares históricos a visitar e muitos desejos gastronômicos.
Na casa de mãe e de vó, sempre ataquei as bananas da terra em fatias mais finas que essas da imagem, fritas em pouco óleo numa frigideira e ainda quentes e salpicadas generosamente com a deliciosa misturinha de açúcar com cabela, quentinhas e crocantes, minha preferência sempre pelas mais torradinhas. Não saboreio a tempo as danadas de boas, pois confesso tem coisas que a gente sabe fazer mais só come na rua pela trabalheira ou meleira que faz,pela poesia ou por embora fazer igual não sair igual feito pela gente.
Clica aqui e aqui para ver  alguns dos meus muitos posts com referências a receitices, a meu ver sendo o comer e fazer, histórias como ingredientes, sempre fonte de nutritiva poesia. Para fechar, tipo o café ou sobremesa, deixo uma dica de leitura, que está na minha lista, indicação de minha irmã: Doces lembranças é o nome do livro, da escritora Margareth Abrão.  Um livro, conforme diz na sua descrição nos sites das grandes livrarias, “d e doces lembranças, em que as receitas se misturam aos sentimentos, as palavras se aqueçam no afeto e o coração é o ingrediente principal. Cada receita deste livro é um retrato de família, uma página de nossas vida, conserva o calor, o sabor e o afeto.”
Para próxima Blogagem coletiva, em parceria com a amiga escritora e blogueira Ana Paula Paula, convido a todos os sempre presentes, os quando em vez e os passantes. O tema é: Foto da infãncia. Abre os álbuns, caixas, envelopes, baús, viaja no tempo e põe na nuvem no primeiro sábado de setembro, cheio de primavera a se anunciar.

13 comentários:

  1. Não poderia ser melhor esse post da Blogagem Coletiva que abre agosto cheio de gostos de doçuras, amizades, voos em nuvens, em livros didáticos!
    Amei sua receita e certamente irá conquistar o paladar meio ríspido talvez dos meninos e meninas do ensino médio!
    Já me servi de histórias e momentos especiais, então deixa eu tirar a minha receita do forno pra não queimar!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Tina!!!
    Postagem perfeita com pensamentos, ensinamentos e uma fruta da terra com minha especiaria preferida! Tudo de bom para o final de semana!
    Agosto doce em sua casa!
    Beijos Tina Flor!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  3. Comadre ameiiiii esse texto de agosto...doce, meigo e cativante a cada palavra (como vc...). Fãcomadre é suspeita...amooo td seu!! Bjs doces pro resto do ano todo ♥♥♥

    ResponderExcluir
  4. adorei a receita , quero levar ela para minha vida e ensinar todos ao meu redor !

    ResponderExcluir
  5. Tina que coisa mais lina! Adorei o carinho todo aqui, e parabéns pelo texto escolhido pela editora! valeu! E coisa boa termos comido juntas ,Kiko, guris e tu essas bananas lá da Pousada! Muito legal! Lindo post! Adorei! bjs, chica(

    ResponderExcluir
  6. Tina, que legal! Parabéns menina, fiquei muito feliz do seu texto ter sido escolhido. Adorei essa banana!
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir
  7. Boa a receita!!!
    Deu saudade de Imbassaí e de banana caramelada.
    :)

    ResponderExcluir
  8. Adorei teu comentário por lpá e foi mágico pra nós, com certeza, inesquecível, nosso dia das férias passado contigo, graças à bondade do teu marido de te levar, numa grande mão de obra. Mas valeu muito! Iniciamos hoje a rotina das aulas e tudo mais aqui, mas as lembranças estão no coração! bjs, linda semana,chica

    ResponderExcluir
  9. Um lindo texto, uma receita de dar água na boca e de lavar a alma a sede.

    ResponderExcluir
  10. Adoro banana frita, adorei a sua receita de bem viver! Aliás, banana frita é minha comida favorita no mundo inteiro, frito na manteira e coloco açúcar... tem gosto de infância e qualquer coisa que lembra minha mãe!

    ResponderExcluir
  11. Tina, meus parabéns por seu texto ser escolhido pela editora, que o diga, um ótimo texto para ser reflito por todos.
    Adoro banana frita com polenta doce e canela.
    Sempre que fico com saudades passo para te visitar.
    Um lindo e doce dia.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Parabéns minha amiga Tina! Parabéns! Eu me realizo nisso..o mundo precisa saber, sentir e viver suas escritas tão poéticas e tão vivas..amo!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  13. Tina, parabéns pela seleção do teu texto pela editora! Nossa, eu me sentiria super honrada no teu lugar e acredito que esteja realmente se sentindo assim!
    Adorei a tua Receita de bem-viver e tenho tentado segui-la, apesar de não ser muito fácil com tanta gente negativista com quem cruzo durante a jornada do dia. rs.
    Adoro banana frita e acabei até esquecendo que ia ter BC de vocês no início de agosto. :/
    Beijos.

    Rivotril com Coca-Cola

    ResponderExcluir