18 de setembro de 2015

Hoje
Sem muitas palavras
Essa imagem da foto tirada por mim
Foi o que resolvi compartilhar
Com referências e reverências
Que depois conto nos comentários
Peço a quem por aqui passar
Para descrever a imagem
Ou só contemplar 

15 comentários:

  1. Estou contemplando. A claraboia moderna contrasta com as paredes em arco. O céu azul harmoniza com tudo.
    beijos pitangueiros

    ResponderExcluir
  2. Lindo de se contemplar.

    bjoka =)

    ResponderExcluir
  3. Me sento bem no meio do átrio e contemplo o céu e peço, peço e peço...Espero poder agradecer! bjs, chica

    ResponderExcluir
  4. Entre grades que parecem prender, ainda há uma luz, um céu azul, um momento de contemplação, rodeado de paredes solitárias, reflexão, que mesmo entre as prisões do eu aind apodemos ser iluminados.

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida Tina
    Nada como ter um alívio na prisão de um enquadramento e poder contemplar o infinito celeste pra abrir novos horizontes de vida...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  6. Ah os telhados de vidro. Quem não os tem?
    Lindo clic.

    ResponderExcluir
  7. Que lugar mais lindo, mais livre... como amo telhados de vidro, principalmente os cheios de detalhes como esse!!

    Lindo, lindo!!!

    Sim Tina, eu que ando me virando de fotografa para os looks do marido!!

    Beijooo

    ResponderExcluir
  8. Tina, é um lugar mesmo para contemplação, por isso o teto em vidro, para que contemplemos a grandeza e beleza do céu que nos protege.
    Adorei!
    beijos cariocas e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  9. Luz

    O sol chegou silencioso
    brando
    macio
    Aquecendo a pele
    derretendo as brumas
    limpando a paisagem
    iluminando os olhos
    revelando o mundo.
    O sol chegou leve
    suave
    penetrando pelas frestas
    desnudando o quarto
    dourando-lhe o corpo
    mostrando-me a alma.
    O sol chegou breve
    revelando tudo à minha volta.

    Paulo Francisco

    ResponderExcluir
  10. Transparência,céu,luz, muita luz!
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir
  11. Passando para visitar este cantinho que amo, me desculpar pela demora em vir agradecer seu carinho de me visitar sempre, problemas todos temos mas, tem momentos que algo nos impede, falta tempo, internet ruim cinco finais de semana sem conexão, mana operada na minha casa, graças a Deus tudo bem com ela e outras situações que me fez ficar ausente. O importante é que estou aqui , mesmo com esse comentário colado para lhe dizer que és muito importante para mim e principalmente para Deus que te ama muito.
    Um Domingo abençoado e um início de semana na paz, saúde e muito amor.
    Deixo esse pensamento de Dalai Lama e sua resposta quando questionado: O que mais te surpreende na Humanidade?
    E ele respondeu:
    - Os homens... Porque perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem dinheiro para recuperar a saúde.
    E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem do presente de tal forma que acabam por não viver nem o presente nem o futuro. E vivem como se nunca fossem morrer... e morrem como se nunca tivessem vivido.

    Vamos viver melhor e não deixar que a vida passe por nós. Abraçosss
    Lourdes Duarte.
    http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
    http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/
    Prof Lourdes Duarte http://pensador.uol.com.br/colecao/lourdesduarte/

    ResponderExcluir
  12. Faltando você nos comentários! Beijo.

    ResponderExcluir
  13. Suspense...
    Na verdade coisas demais que invento rsrs

    Ai só deu para vir comentar agora com calma como pede a imagem

    Esse é o pátio do Colégio Nossa Senhora do Desterro
    Morei na infância ao lado dele
    Meus avós moraram por anos no mesmo apartamento depois
    Na janela desse ap levava meu irmão para cumprimentar os garis
    Nesse pátio fui a muitas festas de São João e quermesses
    Uma de minhas irmãs estudou lá e uma vizinha, amiga de infância, do tipo íamos a tudo uma da outra, também
    Adorava os sequilhos que as freiras vendiam
    Achava lindas as roupas delas e a gentileza delas
    As grades e portões pesados nunca me disseram nada
    Não sabia nada sobre eles
    Não tinha essa cobertura que eu me lembre
    Para mim o lugar era um castelo
    Era e é um Convento e estar lá sem planejar, pois fomos a missa dos avós na Igreja de Santana ali perto e está em reforma, soprou em mim ventos de memórias

    ResponderExcluir
  14. A mim pareceu-me mesmo ser um lugar religioso, um colégio de freiras como o que eu estudei. A cobertura é moderna diante da construção dos arcos, mas se harmonizaram na calma da contemplação.
    Gostei dos ventos da memória! Bj

    ResponderExcluir