25 de setembro de 2015

Da minha infantolista

Tenho essa imagem aqui salva com o nome: Fundalectura
O que é, de onde vem, não sei
Sei que amei por isso salvei e o nome certeza tinha e tem um porque
E como a semana começou por aqui com o dia da árvore
Para terminar  e com o assunto de hoje achei tinha tudo a ver
Então, das minhas leituras de infância que já falei por aqui e das infantis novas e antigas que gosto de reler, ler e ter, apareceram duas novas que pularam direto para minha lista. 
Um livrinho que li e tenho vontade de ter pelo muito que tem a ver comigo a personagem e pelo mágico e real misturado, sentidos, sentimentos e simbologias da história é: "A bolsa amarela", que o nome da autora (Lygia Bojunga), me remete diretamente ao nome do título e eis que descubro há outro dela, que fez parte da infância de muitas pessoas, chamado: O sofá estampado. Ele estava na lista de um post, entre outros livros que conheço e lá havia ainda mais um por mim desconhecido que me pegou pelo nome: Memórias de um cabo de vassoura, Orígenes Lessa o nome do autor. E lá fui eu pesquisar sobre os dois, que de debaixo do sofá, foram varridos rapidinho do fundo para o topo da lista.
Outro livro infantil da minha lista, que resolvi trazer o resumo que tem dele, lá no site da Livraria Cultura, que além da capa laranja e colorida que me chama, me cutucou para compartilhar e quem sabe contagiar, é o Gato malhado e a andorinha Sinhá, com rima e poesia. "O temperamento do Gato Malhado não era nada bom, bastava aparecer no parque para todos fugirem. E ele ia tocando a vida com a indiferença habitual. Até que, chegada a primavera, o Gato nota que a Andorinha Sinhá não tem receio algum dele. Foi o suficiente para que dali nascesse a amizade dos dois, que se aprofunda com o tempo. No outono, os bichos já viam o Gato com outros olhos, achando que talvez ele não fosse tão ruim e perigoso, uma vez que passara toda a primavera e o verão sem aprontar."
Contação com recadinho para quem é aprontador de plantão ou conhece algum, aconselhar a como o Gato malhado, por toda primavera e verão, não aprontar, para roda das coisas boas, paz e bem girarem, com bolsa amarela de sonhos e realizações, estampas várias, colo no sofá, varrer de folhas em quintais, tais e coisas, coisas e tais.

12 comentários:

  1. Os livros de Ligia são ótimos. Vale mesmo! E gostei do nome desse do cabo da vassoura!

    Que lindo esse trecho do Gato e o sabiá!Adorei! Faz pensar! bjs,m lindo fds! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ando ensaiando comprar para mim essa lindeza de Amado e contei aqui de uma referência entre mim e ela
      Vou pegar a contação e coloco aqui nos comentários mais tarde
      Bj com cheiro de Mariana

      Excluir
  2. Sabe que sempre ouço falar neste livro : abolsa amarelo e é um clássico, já vi até colega trabalhar na escola, mas não pude ainda ler? vou ver se acho pela biblioteca aqui e depois te conto. Ando encatada com manoel de Barros e é com ele e suas miudezas que deixo o convite no blog pra vc. Bom dia!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem que ler A bolsa amarela e mais ainda Alice
      Tenho material didático dos escritos de Manoel de Barros, se vc quiser te passo por email
      Aqui na busca ao lado com o nome dele tem muita coisa
      Abraços alumiados e esticadores de horizontes

      Excluir
    2. Ah se puder me mande as coisas e miudezas de Manoel de Barros sim. belmino.paula@gmail.com agradeço

      Excluir
  3. Ótima sugestão Tina! Meu filho irá amar =D Beijos de paz.

    ResponderExcluir
  4. Imagem mais fofa amei

    bjokas e um lindo fds =)

    ResponderExcluir
  5. Vc me despertou Tina, pra imitá-la( segui-la) nessa revisitação às caras leituras chamadas infantis.Memórias dum cabo de vassoura é imperdível.A Bolsa Amarela, uma curtição que conheci adulta e nem por isso perde lugar de destaque.
    Ainda iremos fazer um resgate afetivo das nossas leituras de todos os tempos :)
    Grata pelo carinho.Pelos tocantes comentários, um abraço apertado!
    Bjos,

    Calu

    ResponderExcluir
  6. Memórias de um cabo de vassoura, li emprestado aos soluços, tipo, cada dia um pouco enquanto esperava o filho nalguma atividade. Imperdível!
    Essas listas infantis são feito algodão doce: precisamos delas para adoçar a alma!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Tina, lembrei do livro Memórias de um cabo de vassouras, o personagem se chamava Napoleão.As minhas filhas tinham, é um livro muito comovente. Me deu vontade de ler o livro novamente,
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir
  8. Adorei as dicas, pois quem tem filho pequeno é sempre bom ter em maos otimas sugestoes p fazer boas compras...

    Beijos da Edna

    www.diamantenegroraro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Que bom saber tenho uma neta que
    vai gostar, a leitura faz bem pra mente
    as sugestões são smpre bem vinda

    Bom domingo!

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir