21 de outubro de 2015

Do passado, presente e futuro

Fui ali de volta num passado nem tão distante registrado nessa foto, para espiar vê se aparece um portal no céu e dele sai o carro com Michael J. Fox dentro. 
Não resisti de participar do coletivo e registrar o dia de hoje, 21 de outubro de 2015, que lá dos idos dos anos oitenta, foi a data que Marty McFly desembarcou no futuro. E registrar também, que aqui estamos, sem skates que voam, a não ser no topo da mega rampa, sem roupas futuristas, com sandálias gladiadoras (dos tempos gregos) na moda, escrevendo (via zap e outros apps mais) como forma preferida de comunicação, uma profusão de tipos como o Biff Tannen. Enfim, esse é o ser humano Mc Fly, vai e vem, vem e vão décadas.
Tenho anotados na agenda os nomes dos filmes da saga, desde o primeirão, tipo eu vi, filmes do momento, sensação. Com atestado de velhice e carteirinha de atual, eis-me aqui participando da brincadeira comemorativa, que vai ter exibição na tv, nos  cinemas, tá cheio de memes e posts na internet, enfim, sou presente, passado e futuro. O céu é o limite, o cinema e os livros são pontes, amo os dois e vou nessa, viajando, com asas por dentro. “Estradas? Para onde vamos não precisamos de estradas”, Doutor Emmet disse, tá dito. Espetacular o Christopher Lloyd nopapel do cientista maluco a quem o parceiro de trilogia em entrevista a Folha de São Paulo se referiu como gênio e disse: "Quando você tem 17 anos, muita coisa parece impossível. O Doc mostrava ao Marty que as coisas eram possíveis."

9 comentários:

  1. E não é que pro futuro mesmo tendo avançado tanto ainda o homem permanece em ações como se fosse das cavernas? Gostei de teu pensamento.

    ResponderExcluir
  2. Estradas não precisam mesmo pra chegar até lá.basta voar, até na imaginação! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. Oi Tina, que boa lembrança...eu adorei a trilogia e meu filho também, ele assistiu tantas vezes que nem sei como não gastou o DVD...
    Um pouco de fantasia faz muito bem para a alma.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Trinta anos - caraca! Estou ficando velho. Preciso fazer essa viagem novamente.
    Adorei a crônica.
    beijogrande

    ResponderExcluir
  5. Linda postagem, seguida de uma fotografia ainda mais linda a retratar de datas passadas lembranças futuras... bj linda

    ResponderExcluir
  6. Assisti todos os filmes e adorei várias vezes. Valeu pela lembrança!
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Nossa, vi vários posts por aí e não sabia o que era...rsrsrsrrs...acho que na época eu só trabalhava e mais nada! adorei saber! bjs

    ResponderExcluir
  8. Amei a sua maneira de comemorar os filmes futuristas com foto do passado ( foto cheia de poesia ) e com os pés, na moda gladiadora, no presente!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Vi seu comentário lá no blog na Ana Paula (que está aí em cima). Amei tu blog, seu jeito de escrever... E eu perdi de escrever ontem! Não creio...
    Minina! Como o tempo passa! Lembro de assistir a esse filme na sessão da tarde, quando eu ainda era criança... Realmente, não tem nada do que eles previram no filme, né?! Que triste... Mas tem muita coisa legal, já tem até holografia no vapor de água... Tanta tecnologia... Gosto dessa nossa época :)
    Já estou te seguindo!

    Abraços da Fran,
    http://nomundodafrancine.blogspot.com

    ResponderExcluir