18 de outubro de 2016

Oi!

Passando para tirar o pó do blog, que já teve um post por dia. O que houve? Vou contar...
Minha alegria e constância de postar foram sendo minadas pelas muitas partidas e poucas chegadas de leitores. Pela preferência coletiva gradativa por outras redes sociais., tal e coisas, coisas e tal.
Um diário, um ensaio, um querer, poder, ser ou vir a ser escritora, um descobrir e me descobrir na poesia, a necessidade e o gostar de me expressar, conversar, trocar idéias, opiniões. Um contar  da vida em crônicas, em fotos, em fatos e fantasias. Cotidiano, passado, presente, futuro. Assim para mim era e ainda é esse espaço.
Uma caixinha,  as vezes quintal, de descobertas, alinhamentos, desalinhos, amizades, terapia, filosofias, futilidades, temas sérios e amenidades. O que não gosto. O amar por conhecer, o amar exatamente por não conhecer (pessoas, lugares, coisas).
Estou aqui, a garimpar o que já postei, tenho pensado apostar no  idealizado e tão sugerido livro, talvez. Tirando coisas das gavetas, guardando no sótão, me desfazendo de algumas, inventando outras. Porque a vida é assim, muitos era uma vez, é a vez, serão as vezes, com páginas sempre a serem escritas.

14 comentários:

  1. Frutífera a tua pausa para adentrar e remexer teu próprio baú.
    Tua poesia flui espontânea, nasce do olhar, do viver e merece virar livro!

    Os blogs... tão difícil esses tempos. Há quem diga que já foram seu tempo. Há quem diga que ficaram os que realmente amam e por isso ficou até melhor. Eu me entristeço pela falta de interação. Ainda que digam que são nossos diários, a alma é a partilha, a troca.
    Por motivos diversos relacionados ao mundo escolar/vestibular, estou também ausente.
    Pelo celular até consigo ler, ver, comentar curtinho, mas não é a mesma coisa.
    Gostava mesmo daquela varanda cheia que ficava o dia todo aqui, acolá. Podíamos fazer graça: te vi lá assim, volta porque comentei na vizinha sobre ti.
    Aproveito meu tempo de ausência também para refletir.
    O livro teu, já estou esperando!

    ResponderExcluir
  2. Não sei falar bonito como você e a Ana Paula, mas estou com esse mesmo sentimento. Ainda posto no blog de vez em quando mas sinto ele meio mortinho, quero compartilhar algumas coisas, mas penso que nem vale a pena perder o tempo que eu perdia pra fazer um post com todo carinho se hoje todo mundo só quer ver vídeos, é uma pressa e cada dia mais, não sei onde vamos parar.
    Suas palavras sempre encantam aqui ou em qualquer rede social e eu estarei te acompanhando por todas os caminhos possíveis! Um lindo dia amiga!

    ResponderExcluir
  3. Voltei porque me lembrei de uma postagem recente, feita pelo Zé do blog melhor ângulo que mexeu comigo. Penso que a gente não quer aceitar, acreditar, sei lá, ou vai ver não é nada disso.
    Fui lá procurar o post e deixo o recorte aqui:

    Como todo o resto, a blogosfera não é mais a mesma, acho que todo mundo percebeu isso. Os blogs saturaram, muita gente passou a se dedicar a vídeos ou simplesmente pararam de blogar. O boom passou, ficaram só os que realmente amam isso aqui. Agora eu me vejo acompanhando blogs menores, feitos com mais amor e menos obrigação; blogs sobre hobbies, receitas, desenhos, textos, cotidiano. Esse contexto mais minha bagagem dos últimos 3 anos me distanciou do que o blog se tornou, e o resultado é: não me sinto mais tão bem representado. Acima de tudo esse é meu espaço na internet, mais do que qualquer conta em rede social, então como esse espaço pode não me representar?

    O link do blog dele:

    http://melhorangulo.com/2016/09/outros-rumos/

    Bora refletir!

    ResponderExcluir
  4. Que saudades!

    Miga o mundo do blogger tá fraco mesmo, as pessoas migraram tudo para o face e Instagram.
    Não recebo muitas visitas como antes tb.

    bjokas e não some não =)

    ResponderExcluir
  5. Muitos deixaram os blogs... Eu entendo, cada um tem seu moivo.
    Vez por outra, faço uma pausa para descansar e me inspirar. Gosto de postar e comentar nas visitas que faço.Quando se dá um tempo se volta com mais vontade...Renovados....
    Um abraço.
    Élys.

    ResponderExcluir
  6. Tô nessa também Tina,
    Ainda hoje pensei na minha última postagem e na falta de vontade de colocar algo ali. Quando acho algo que quero muito compartilhar até coloca, mas é bem por ai mesmo.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Tina, faç
    laste muito bem...E desejo que faças teu livro , pois tens muiito a contar, a escrever, a partilhar. Realmente os blogues estão bem menos visitados.Pena! Mas vale continuar, se gostamos. Eu com a idade chegando, terei, uma ou outra hora, que parar... Comentei com Neno isso e oljha a resposta:
    Vovó, mas daí o que vais fazer? Nem te imagino sem eles,rs... Confesso que nem eu!!!

    Adorei o texto trazido pela Ana! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  8. Sinto falta das interações também, sempre que posso visito os blogs amigos, mas há tanto a afastar os contatos, é tanta rede sociais que os blogs ficam esquecidos. Boa pausa pra esticar e nascer em poesia

    ResponderExcluir
  9. Não adianta amiga, temos que ir nos adequando. Tenho uma página no facebook...e graças a ela o meu blog recebe visitas. Não posto mais como eu postava...mas continuo. Gosto do blog, gosto das amizades que fiz, dos leitores que sei que ainda continuam fieis. Mas, um dia tudo acaba...inclusive nossa empolgação. É a vida...
    Beijos amada!!!

    ResponderExcluir
  10. Identificacao total, querida Tina! Palmas para nos pela adaptação na vida!!! Bjs,

    ResponderExcluir
  11. Boa noite, querida Tina!
    Sim, o retrocesso traz boas coisas do fundo do baú... assim acontece comigo também... bom demais escrever sem pretensões e ver que fomos além do que almejávamos pela graça de Deus!
    Foco e fé!
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  12. Olá Tina! Confesso que estou te vendo mais lá pelas bandas do Insta. Já me desanimei com o Blog várias vezes e por várias também pensei em fechar, pois realmente as visitas caíram para menos da metade e não será passageiro, será realidade que devemos encarar. Voltei mês passado com meu Facebook, depois de um ano exato sem Face e vou me adequando ao que o povo vai pedindo, para conseguir ainda ser eu e passar minha mensagem, ainda ser a CamomilaRosa que tanto gosto de ser. Mas te dou toda razão...passou a época de grandes e novas amizades com blogueiras como nos anos de 2011 e 2012. De lá para cá, todos migraram. Quero saber mais sobre este livro!!! Te desejo boa sorte, sucesso, sou sua fã sempre e estarei sempre te vendo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá Tina! Eu não tenho um blog, mas amo seguir e encontrar pessoas como você, que deixam nosso dia ainda mais especial, mesmo de longe. Encontrei o seu porque todos os dias olho o blog da CamomilaRosa. Não desista de escrever. Nesse mundo louco e cheio de correria em que vivemos é sempre bom encontrar acalento nos blogs que visitamos.Vocês nos deixam mensagens, fotos e carinhos que muitas vezes não encontramos em quem está ao nosso lado.Eu amo de paixão e curto demais as postagens dos blogs que visito, acho especial demais a forma com que conseguem tocar nossos corações.
    Encantada com o seu...Beijos no coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito animadora e doce sua visita
      Obg
      Bjs

      Excluir