12 de janeiro de 2017

Ai...

Eu sem sono, zapeando pela TV paro numa entrevista com uma escritora que era blogueira, virou colunista do site da Folha e passou a ser do Jornal impresso e já publicou livros e conheço pelo nome e alguns textos. (Segundo ela, dando num Google 90% não é de autoria dela.)
Ela é ansiosa e não vê isso como defeito e acha impossível todo mundo não ser ansioso e dentro de todos os padrões. Não é uma moça fofa, super educada, que fala baixinho, não diz palavrão e não é menos menina, mulher, melhor em muitos quesitos que muitas dessas criaturas idealizadas por muitos homens, sogras e quem quer que seja, mas é pra casar ou não precisar casar pra ser feliz.
Ela já deu foras com textos, opiniões, ela fala bem oralmente,  e ela me fez ter vontade de escrever, me lembrou que eu adoraria ter uma coluna remunerada em um site ou impresso com um número considerável de leitores, no quanto já pensei, busquei, desisti, pensei de novo e engavetei reunir escritos meus publicados aqui e inéditos em um livro. Sonho de ser publicada pela Companhia das Letras, participar da Flip como escritora sem ainda nem ter ido como leitora. "Não sei o que eu quero, mas eu sei o que não quero" igualzinho ao Wood Allen.

8 comentários:

  1. Valei a zapeada, achaste inspiração e tomara consigas realizar teus sonhos.Na torcida, mereces! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Chica amada
      Adoro esses bjs praianos ;)

      Excluir
  2. Tinaaaaaaaa
    Tomara q td isso se torne realidade!!!
    Vc escreve tão bem, o mundo precisa te conhecer!

    Bjooooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Boa sorte, e eu amaria te ler em livro.Acabei de lançar o meu vem ver?

    ResponderExcluir
  4. Se ela vai acreditar eu não sei, mas não sou ansiosa!
    Ando decepcionada com os novos rumos editorias que publicam aqueles que possuem multidões de seguidores no youtube ou facebook...
    Mas também acredito no sopro das estrelas e voos de passarinhos para conspirarem a favor de quem, como você, escreve com o coração!
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É decepcionante, modinha, raso, pouco literário
      Mas
      Há que se acreditar e cultivar dias de Assis, Barros, Pessoas, Leminsks...

      Excluir