25 de janeiro de 2017

Salve São Paulo




Do meu me achar ao entrar
No infinito e particular de Sampa
Porque hoje é o aniversário dela
Cidade da garoa
Do velho e do novo
Que nunca dorme
Grafitada e variada
De gente por mim amada

12 de janeiro de 2017

Ai...

Eu sem sono, zapeando pela TV paro numa entrevista com uma escritora que era blogueira, virou colunista do site da Folha e passou a ser do Jornal impresso e já publicou livros e conheço pelo nome e alguns textos. (Segundo ela, dando num Google 90% não é de autoria dela.)
Ela é ansiosa e não vê isso como defeito e acha impossível todo mundo não ser ansioso e dentro de todos os padrões. Não é uma moça fofa, super educada, que fala baixinho, não diz palavrão e não é menos menina, mulher, melhor em muitos quesitos que muitas dessas criaturas idealizadas por muitos homens, sogras e quem quer que seja, mas é pra casar ou não precisar casar pra ser feliz.
Ela já deu foras com textos, opiniões, ela fala bem oralmente,  e ela me fez ter vontade de escrever, me lembrou que eu adoraria ter uma coluna remunerada em um site ou impresso com um número considerável de leitores, no quanto já pensei, busquei, desisti, pensei de novo e engavetei reunir escritos meus publicados aqui e inéditos em um livro. Sonho de ser publicada pela Companhia das Letras, participar da Flip como escritora sem ainda nem ter ido como leitora. "Não sei o que eu quero, mas eu sei o que não quero" igualzinho ao Wood Allen.

1 de janeiro de 2017

Oi 2017

Do meu amar pulseiras, azul, prata, asas, búzios
Na medalhinha, um miúdo e lindo detalhinho:
Um passarinho
Por leveza, lindezas, liberdade
Paz e amor
2017 eu estou aqui
#detalhesquemetraduzem
#pormaismiudezas